Campanha de Câncer de Mama

O mês de outubro marca um tempo de extrema importância para a vida das mulheres. Trata-se da Campanha de Conscientização para controle do câncer de mama, com o compartilhamento de informações da necessidade de maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento. É necessário reduzir a mortalidade.

Em 2021 foi estimado para o Brasil cerca de 66 mil novos casos de câncer de mama. E para o mundo, em 2020, foram estimados 2,3 milhões de casos novos, o que representa cerca de 24,5% de todos os tipos de canceres diagnosticados nas mulheres. Números que representam a gravidade da doença.

Os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região das axilas.

A luta contra o câncer de mama abrange a necessidade de acesso a mamografia, do autoexame, prática de atividade física, alimentação adequada e amamentação. A principal delas é a detecção precoce. A amamentação dada a sua efetividade contra a doença, reduz em 10% o risco de câncer de mama ao longo da vida.

É fundamental que as mulheres fiquem alertas a qualquer alteração suspeita nas mamas. Olhe, sinta e apalpe suas mamas no dia a dia para identificar alterações suspeitas. Além disso, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam mamografia de rastreamento anualmente e a cada dois anos se não houverem lesões suspeitas.

As mulheres devem ser informadas da Campanha. É necessário saber sobre prevenção, sintomas e tratamento.

Fontes: INCA - MS

Data de publicação: 01/10/2022

Compartilhe!